CAVAS E CASTAS PORTELL

CAVAS E CASTAS PORTELL

CAVAS E CASTAS PORTELL

Que o vinho se faça na vinha, é uma realidade que há gerações foi transmitida aos homens e mulheres de Portell. Eles são os sócios viticultores que, dia a dia, cultivam as vinhas com muito cuidado para obter os melhores frutos.

Os mais de 1000 hectares de vinhas, plantados de 350 a quase 700 metros de altitude a norte da região vinícola de Conca de Barberà, são das vinhas mais altas da Catalunha, onde se realiza uma viticultura sustentável e fundamentada, localizando cada variedade de uva onde obtém um maior equilíbrio e desenvolve plenamente as suas qualidades.

As variedades brancas macabeo e parellada, e nos tintos tempranillo, cabernet sauvignon, merlot e principalmente a nativa Trepat, sendo esta a variedade de referência e a mais cultivada nas vinhas.

Das cavas escolhidas para trazer ao Brasil, as castas utilizadas na elaboração são:

TREPAT

A variedade originária e única de Conca de Barber, sendo a Cooperativa Vinícola del Sarral a maior produtora desta casta.

Trepat é uma variedade de uva de´vinho tinto nativa do nordeste da Espanha.

É mais evidente nos espumantes rosados (rosés) Cavas da região, mas também pode ser usado em combinações de vinho tinto junto com Garnacha e Tempranillo.

A variedade está autorizada para uso em vinhos espumantes cava rosados 100% feitos com uvas trepat ou juntamente com as variedades clássicas de cava branca de Macabeo, Parellada e Xarel-lo.

Na prática, muitas Cavas rosé são 100% Trepat, já que a uva provou ser adepta da produção de vinhos espumantes frescos com sabor de frutas silvestres por conta própria.

A casta Trepat também está tradicionalmente associado às regiões de Conca de Barbera e Costers del Segre, onde é transformada em vinhos tintos frescos e de corpo médio.

Os exemplos de variedades apresentam um potencial comercial muito bom e apontam para um futuro mais brilhante para esta variedade espanhola pouco conhecida. Os sinônimos incluem: Bonicaire, Parrel, Traput, Trepan. 


MACABEO

A variedade que confere capacidade aromática e estrutura às cavas.

Originária da Espanha, Macabeo ou Viúra é a uva para vinho branco mais plantada, principalmente na região de Rioja.

É uma das principais variedades utilizadas na produção dos espumantes Cava.

Na maioria das vezes, os vinhos produzidos com uvas dessa casta são engarrafados ainda jovens e são exemplares secos que possuem uma boa capacidade de envelhecimento, como comprovam os melhores rótulos.

As vinhas das uvas Macabeo apresentam, naturalmente, altos rendimentos e sem os devidos cuidados e atenção, os frutos ficam muito grandes, com baixa proporção entre a polpa e a casca e os cachos, muito apertados, podem apodrecer. No entanto, quando é controlada pelos produtores, essa uva concentra seus aromas e sabores de uma maneira bem interessante.

Os vinhos produzidos a partir dessa casta são exemplares com caráter floral e com bons níveis de acidez. Tais exemplares mostram aromas de flores brancas, amêndoas, maçãs e, às vezes, de especiarias. Quando adquirem uma certa idade, exibem notas mais complexas e agradáveis de baunilha, camomila, caramelo e canela.

Segundo dados da OIV, em 2015 eram 48.244 hectares de Macabeo plantados ao redor do mundo, dos quais 46.456 na Espanha (96% do total), com a França sendo o único outro país a apresentar uma área plantada relevante.

Além de seus dois nomes mais populares (Macabeo e Viura), a variedade é também chamada de Alcanol, Alcanon, Blanca de Daroca, Charas Blanc, Forcalla, Gredelin, Lardot, Listan Andaludschii, Listan Andaluzskii, Lloza, Macaban, Maccabéo, Maccabeou, Maccabeu, Makkobeo, Malvoisie, Provensal, Queue de Renard, Rossan, Subirat e Viuna.

PARELLADA

A casta que confere capacidade aromática e frescor à cava

È uma casta branca nativa da Catalunha, no nordeste da Espanha. Quase não é cultivada em outras regiões, e pode ser encontrada, também, com os nomes Montonega, ou Montonec.

As montanhas da Catalunha do Alto Penedès, a pouco mais de 550 metros acima do nível do mar, são ótimas para o cultivo da Parellada, onde atingem  todo o seu potencial, já que as temperaturas mais baixas favorecem a acidez da uva e dão mais tempo para desenvolver todos os seus compostos aromáticos.

A Parellada é uma uva de pele grossa, de cor verde amarelada, com folhagem de diferentes tons de castanho claro, cujo cacho é grande e não é muito apertado, o que ajuda a proteger a saúde da vinha e da uva, afastando o risco de podridão. A Parellada tem uma capacidade única de resistir ao Botrytis, uma doença fúngica que afeta videiras.

A Parellada é utilizada, principalmente, na produção dos espumantes espanhóis da denominação Cava, junto com as cepas Macabeo e Xarel-lo.

É considerada a mais refinada e elegante das uvas desse vinho, sendo responsável por adicionar frescor e acidez ao corte. Mais de 90% das uvas Parellada são utilizadas na produção do Cava.


Seja no Cava ou em vinhos tranqüilos, em cortes ou em versão solo, a Parellada empresta sua elegância, acidez e aromas ao vinho, tornando-o mais instigante.

AS CASTAS E AS CAVAS PORTELL

As Cavas Portell Rosat Trepat são elaboradas 100% com uvas trepat. Já as Cavas Brut, Brut Nature e Semi Sec, são um blend 70% Macabeo e 30 % Parellada. O que difere cada uma é o tempo de produção dentro do método champenoise. Porém, falaremos sobre ele em um próximo post.

 Então, continue acompanhando nossa viagem à Vinícola del Sarral e visite nossa loja para conhecer os produtos.

#vinhos #espumante #cavas #concadebarbera #vinhosespanhois #castatrepat #trepat #portellrosatbrut #portellbrut #portellsemisec #portellbrutnature #nature #macabeo #parellada #blend